Make your own free website on Tripod.com

www.robledocosta.com.br

HEBREUS: O QUE FAZ UM POVO SE SENTIR UNIDO?

HOME
CURRÍCULO
PROJETO VIOLÊNCIA E TRAGÉDIA NO RJ (Destaque na Mídia)
PROJETO PUC MINAS (Educação, Meio Ambiente e Cidadania)
PROJETO GALERA DE ATITUDE (Programa da TVE-RS)
PROJETO HISTORIADOR POR UM DIA (Arquivo Público do RS)
PROJETO EU, PORTO ALEGRE (Usina do Gasômetro)
PROJETO MUSEU DA PESSOA (Toda Escola Tem História Para Contar)
PROJETO ÚLTIMOS DIAS DE SUPER-HERÓI (Fundação Vida Urgente)
CURTA-METRAGEM NA ESCOLA (Porta Curtas)
HISTÓRIA (Textos)
LITERATURA NA AULA (Poemas)
MÚSICAS (Sugestões de Estudo)
FILMES (Análise Histórica)
LINKS
GALERIA DE FOTOS
CONTATO

Um povo pode obedecer a um governo forte e centralizado, como fizeram os egípcios e os mesopotâmicos. Mas isso não quer dizer que esse povo se sinta unido e solidário. Esse sentimento pode vir da crença comum, como ocorria com os hebreus. Observe o que este episódio narrado no Antigo Testamento, na Bíblia, nos fala a respeito.

O reino de Israel nascera em meio à guerra pela conquista da Palestina. Esse território, que os israelitas chamavam de Canaã, estava ocupado pelos filisteus havia muito tempo. Mas o povo de Israel, convencido por sua fé de que aquelas terras lhe foram designadas por Deus, não reconhecia os direitos dos filisteus e lutou para subjugá-los.

Conta a Bíblia que o rei Saul liderava o exército israelita contra os temíveis guerreiros filisteus. A luta parecia não ter fim, pois as batalhas tinham resultados indefinidos: ora um exército vencia, ora outro. Até que um dia, um fato inesperado aconteceu .

Os exércitos estavam frente a frente, prontos para mais um combate. De repente, saiu do campo filisteu um guerreiro assustador: o gigante Golias. De tamanho descomunal, quase três metros de altura, ele impressionava pelas armas e armaduras poderosas. Usava um capacete de bronze e vestia couraça e protetores também de bronze nas pernas. Sua lança tinha a ponta de ferro e seu escudo protegia-o dos ombros aos joelhos. O equipamento era tão pesado que seriam necessários muitos homens para carregá-lo. Mas, para Golias, era leve e facilmente manejável.

Ao vê-lo, os soldados de Saul ficaram paralisados de terror. Golias avançou de forma prepotente e lançou um desafio aos israelitas:

- Não vão lutar? Acaso não sou eu um filisteu e vocês servos de Saul? Escolham um homem entre vocês para vir lutar comigo. Se ele me vencer e me matar, os filisteus se tornarão seus escravos; mas se for eu o vencedor e o matar, vocês serão nossos escravos. E então, há alguém corajoso aí?

Nesse momento, aproximava-se do acampamento dos israelitas um jovem pastor de cabelos claros chamado Davi. Ele viera trazer pão e queijo a seus três irmãos soldados. A visão do gigante filisteu também impressionou Davi, que tudo ouviu. Sem medo, o jovem se colocou à frente do exército e gritou para o inimigo:

            - Como ousa insultar o exército do Deus vivo? Eu defenderei a honra do povo de Israel!

O gigante, ao ver o jovem com roupa de pastor, caiu na gargalhada. O rei Saul tentou convencer Davi a desistir de tão impensada atitude. Mas ele estava decidido. Diante da determinação do pastor, o rei mandou armá-lo convenientemente. Davi foi vestido com o capacete, a couraça, o escudo, a espada e a lança reais. O peso era tamanho que ele mal podia andar. Por isso, deixou as armas no chão. Tomou seu cajado de pastor, sua funda, escolheu cinco pedras polidas e colocou-as na sacola. Ao vê-lo, Golias desprezou-o:

- Está pensando que eu sou um cachorro para vir contra mim com um pau? Vou dar a sua carne para as aves de rapina e as feras.

Davi não se intimidou e, seguro, respondeu ao gigante:

- Você vem com espada, lança e escudo. Eu, porém, venho em nome do Senhor dos Exércitos, do Deus das tropas de Israel, as quais você insultou. Hoje, o Eterno entregará você em minhas mãos e eu o matarei; e toda a terra saberá que Israel tem um Deus.

E, rapidamente, Davi pegou uma pedra e lançou-a com sua funda contra Golias. A pedra bateu com tamanha força na testa do filisteu que ele caiu de rosto contra o chão. Davi atirou-se sobre ele, tomou-lhe a espada e cortou-lhe a cabeça. Ao verem seu líder morto, os filisteus fugiram apavorados.

Naquele dia, diz a Bíblia, os israelitas entraram vitoriosos em Jerusalém e expuseram a cabeça de Golias como troféu. O rei Saul manteve Davi ao seu lado. Anos mais tarde, Davi tornou-se rei e conquistou toda a Palestina para o povo de Israel.

RODRIGUE, Joelza Ester. História em documento: imagem e texto. São Paulo: FTD, 2001, p.p 122-123.

www.robledocosta.com.br - Todos os direitos reservados.